Negociação avança para combate Joshua-Parker

Joshua (e) e Parker unificarão três títulos mundiais dos pesos pesados (Reprodução)

Muito mais otimista que há bem poucos dias, o promotor Eddie Hearn acredita que falta pouco para a confirmação do confronto entre seu pupilo britânico Anthony Joshua, 28, contra o neozelandês Joseph Parker, 25. As negociações avançaram rapidamente nas últimas horas e o anúncio pode ocorrer a qualquer momento para a unificação dos títulos AMB/FIB de Joshua com o OMB de Parker. O mês desejado é março, mas pode ficar para abril.

O que emperrava as conversas era a exigência do time de Parker (24-0-0, 18 KOs) em ficar com 35% da fatia do bolo do faturamento deixando o restante para Joshua (20-0-0, 20 KOs). O empresário Hearn acredita que derrubou essa ideia ao oferecer bolsa jamais imaginada pela equipe do adversário. “Há boas chances de concluirmos as negociações a qualquer momento”, ressalta Hearn.

Fury está prestes a recuperar licença para lutar

Britânico Tyson Fury está sem atuar desde novembro de 2015 (Reprodução)

A longa espera está perto do fim. O gigante britânico Tyson Fury, 29, tem agendada audiência na sede do Conselho de Controle do Boxe Britânico (BBBofC por sua sigla em inglês) no próximo dia 11 de dezembro, a fim de recuperar sua licença para atuar. O atleta está sem permissão de subir ao ringue desde quando foi flagrado com cocaína em seu organismo depois de exame antidoping.

Estar de posse da autorização só reforça o plano de Fury (25-0-0, 18 KOs) de retornar à competição depois de passar também por lesões e problemas ainda mais sérios de depressão – pelos quais se viu obrigado a fazer tratamento psiquiátrico. O boxeador de 2,06m não se apresenta desde novembro de 2015 quando surpreendeu o mundo ao superar Wladimir Klitschko, roubando-lhe os cinturões unificados AMB, OMB e FIB dos pesos pesados.

Lomachenko imagina Rigondeaux sem agressão

Lomachenko tem observado lutas do rival para adotar estratégia (Reprodução)

“Eu não o vi ser muito agressivo em suas lutas”. A análise é do ucraniano Vasyl Lomachenko, 29, sobre as últimas apresentações do cubano Guillermo Rigondeaux, 37, com quem se depara no próximo dia 9 de dezembro no Madison Square Garden de New York (EUA). O atleta europeu não consegue ver o oponente mudar seu estilo de movimentação constante para só aplicar seus disparos somente com certeza absoluta, mas fugindo das trocas de golpes, com pouca agressividade. O ucraniano estará colocando em jogo seu título OMB superpena (58,9k).

Lomachenko (9-1-0, 7 KOs) revela estar treinando todos os tipos de socos, por diversos ângulos e garante aplicar pressão no adversário ao longo de todo o confronto. Para muitos especialistas, porém, o início da luta deve ser em ritmo muito lento devido à alta qualidade técnica dos dois boxeadores, mas tudo ficará aquecido com o andamento das rodadas já que se trata de dois dos melhores da história do amadorismo, ambos com duas medalhas olímpicas de ouro e sólidos campeões mundiais na esfera remunerada.

Rigondeaux: para destruir Lomachenko e Arum

Cubano Rigondeaux deseja calar a boca de críticos sobre seu estilo (Reprodução)

Há sim ar de vingança no cubano Guillermo Rigondeaux, 37. No próximo dia 9 de dezembro no Madison Square Garden Theater de New York (EUA), ele estará subindo duas categorias de peso para desafiar o ucraniano Vasyl Lomachenko, 29, campeão OMB superpena (58,9k) e, ao mesmo tempo, pretende dar resposta a todas as críticas emitidas pelo veterano promotor Bob Arum.

“Nenhum outro boxeador no planeta procurou lutas e viu como os adversários fugiram. E se quando eu bati (Nonito) Donaire todo mundo ficou com medo, imagine o que pode acontecer depois que eu ganhar de Lomachenko. Vamos ver o que os especialistas inventarão”, desabafa Rigondeaux (17-0-1, 11 KOs e 1sd) que desde o triunfo sobre o filipino em 2013, só subiu ao ringue em sete ocasiões.

Naquele combate de há quatro anos, Rigondeaux dominou amplamente Donaire, uma das estrelas da Top Rank comandada por Arum, e seu estilo foi muito criticado pelo empresário. Desde então os dois lados romperam relacionamento e o caribenho espera causar o mesmo dissabor agora. “Será um tremendo golpe. Ainda não sei como Bob Arum permitiu Lomachenko lutar comigo. Ele pensa que o ucraniano pode me bater, mas ele cometeu um grande erro. Lomachenko perderá como Donaire”, reforça o cubano.

Relembre:

Técnico prevê Rigondeaux hábil para Lomachenko

Floyd Mayweather desmente desejo de competir

Floyd Mayweather garante estar feliz com vida após retiro do esporte (Divulgação)

Contra todos os rumores de que estaria publicando vídeos de treinamento duro para demonstrar interesse em retornar ao esporte, o americano Floyd Mayweather, 40, diz que todas essas notícias não passam de mentiras. “Estou feliz aposentado. Não estarei mais lutando não importa a oferta”, desabafou o multicampeão, dono de títulos mundiais em cinco diferentes categorias de peso. Nesse momento, ele está em viagem à China.

As especulações sobre retorno de Mayweather (50-0-0, 27 KOs) ficaram intensas pela perspectiva de amealhar ganhos generosos em eventual reencontro com o irlandês Conor McGregor, porém, em regras combinadas de boxe e MMA. Taxando tudo como boatos sem sentido, o americano havia anunciado o retiro definitivo depois de superar o irlandês em agosto passado. Ele só não explicou o porquê de estar treinando tão duro, mas garante que a luta 51 não seria uma boa ideia!

Ex-campeã corre maratona para ajudar crianças

Jackie Nava pretende arrecadar dinheiro para crianças vítimas de terremoto (Arquivo)

Inúmeras vezes campeã mundial, a mexicana Jackie Nava, 37, ainda está comovida com os abalos sísmicos que atingiram seu país no último mês de setembro, matando centenas de compatriotas. Para contribuir e apoiar projeto envolvendo 51 crianças atingidas diretamente pela tragédia, a boxeadora será uma das participantes da 52ª edição da Maratona Governador Francisco Vega de Lamadrid, a ser disputada no próximo dia 17 de dezembro na cidade de Mexicali, estado de Baja Califórnia.

Mesmo na ativa como atleta, Jackie Nava divide seu tempo com as obrigações do cargo de deputada federal e, com nome bastante respeitado, procura atrair patrocinadores e ainda mais pessoas para engrossar a lista dos corredores, cuja expectativa é de cerca de 1,5 mil inscritos. Ela pretende arrecadar 200 mil pesos mexicanos (R$ 34,5 mil) para cobrir parte das necessidades emergentes das crianças vítimas da catástrofe.

“Essa é minha forma de fazer algo. Poder convidar as pessoas a somarem esforços para auxiliar tantos jovens”, desabafa Nava que garante estar em plena preparação para completar os 41.195 metros de percurso. Dentro das 16 cordas, ela pretende desafiar em 2018 a compatriota Mariana Juarez, atual detentora do cinto CMB da categoria galo (53,5k). “Acho que os fãs adorariam ver esse combate”, opina Jackie Nava (33-4-1, 14 KOs), antiga dona dos cintos CMB e AMB supergalo (55,3k) e AMB galo. Ela foi a primeira mulher a obter o título CMB quando o organismo decidiu criar a versão de cinturões ao boxe feminino, em 2005.

Rio Ferdinand indica estreia e convida CR7

Ferdinand (e) foi parceiro de Ronaldo no time do Manchester United (Reprodução)

Em plena preparação para fazer sua estreia no boxe profissional, o ex-jogador de futebol Rio Ferdinand, 39, fez visita ao amigo e antigo parceiro de Manchester United Cristiano Ronaldo e acabou questionado quando pretende subir ao ringue pela primeira vez. Ferdinand garante que lutará em fevereiro de 2018 e deixou escapar que planeja efetuar mais um combate em junho ou julho.

Ferdinand aproveitou para pedir a presença de CR7 no evento ao que o craque português brincando, respondeu: “Vou com meu avião”. Com longa carreira vitoriosa, capitão de times e da seleção Inglesa, Ferdinand tem sido criticado pelo desejo de competir em novo esporte, mas ele tem mantido sua posição, incrementa os treinos e só espera receber autorização oficial do Conselho de Controle de Boxe Britânico (BBBofC por sua sigla em inglês).

Relembre:

Ex-jogador Ferdinand mantém rotina para estreia

Só uma luta e despedida é previsão de ex-jogador

Ex-jogador mostra consciência de perigos do boxe

Ex-jogador inglês parte para estreia no boxe

Mayweather pensa em voltar? Você já leu isso…

Para um aposentado, Mayweather tem treinado de modo forte e intenso (Reprodução)

O mundo do boxe parece ter acordado nesta segunda-feira com uma espécie de surpresa pelo eventual retorno às competições do multicampeão Floyd Mayweather, 40. Em realidade, há pelo menos uma semana (leia mais abaixo) já havíamos abordado essa possibilidade devido aos vídeos publicados pelo americano nas redes sociais, em que aparece treinando com muito mais vigor que antes de seu embate com Conor McGregor, realizado no último mês de agosto. Nenhum campeão aposentado tem a preocupação de manter a forma física de modo tão intenso como tem demonstrado Mayweather nos últimos tempos.

Como muito mais frequência que o habitual, Mayweather (50-0-0, 27 KOs) tem comparecido mais vezes ao seu próprio ginásio em La Vegas, Nevada (EUA), contudo, ninguém ainda sabe dizer qual seu real interesse. O cenário mais adequado para seu retorno indica revanche com McGregor em hipotético confronto misturando regras do boxe e do MMA, o que garantiria atração elevada e ganhos ainda mais generosos dos obtidos pelos dois atletas na primeira luta.

Relembre:

Floyd Mayweather treina forte e alimenta retorno

Acidente mata jovem promissor da Golden Boy

Nascido no México e radicado nos EUA, Cesar Diaz tinha apenas 20 anos (Reprodução)

Um grave acidente de carro matou o promissor mexicano Cesar Diaz na noite de ontem na cidade de PalmDale, condado de Los Angeles, no estado da Califórnia (EUA). O boxeador dirigia seu Honda Accord 2016 quando, na versão policial, teria perdido o controle da direção e saído da estrada até se chocar contra uma árvore. O impacto foi tão acentuado que o corpo de Diaz foi arremessado para fora do veículo, enquanto uma jovem de 20 anos – supostamente sua namorada – , foi internada em hospital em estado grave, com múltiplas fraturas. Cesar Diaz tinha 20 anos e seu desaparecimento remonta a outras mortes recentes (leia mais abaixo).

De contrato assinado com a Golden Boy Promotions, Diaz (7-0-0, 6 KOs) atuava pela divisão galo (55,3k) e tinha grande potencial de crescimento devido à sua técnica e elevada estatura para a categoria, 1,75m. Nascido no México, ele se instalou com a família em PalmDale e ainda garoto revelou a paixão pela nobre arte. Conquistou inúmeros títulos no amadorismo e estava em progressão desde a estreia em julho do ano passado, só acumulando triunfos. Sua última aparição ocorreu no dia 2 último quando superou Pedro Mello por nocaute técnico.

Relembre:

Morre boxeador internado após sofrer nocaute

Encontrado morto jovem boxeador argentino

Trailer em forma de ringue leva corpo de boxeador

Boxeador ex-olímpico é assassinado no México

Infarto mata francesa campeã mundial de boxe

Morte de boxeador foi sucessão de erros

Mãe se mata ao discutir luta de Joshua

Campeão Joshua amplia limites em Dubai

Britânico Anthony Joshua fez ensaio de treinos a 321 metros de altura (Divulgação)

Devido aos seus inúmeros parceiros comerciais, o britânico Anthony Joshua, 28, quase atingiu o céu pelo acordo fechado com o governo de Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, para promoção de visitação à cidade como já fizeram no passado atletas do porte de Roger Federer (tênis) e Tiger Woods (golfe). O atleta ensaiou sessão de manopla no heliponto do hotel Burj Al Arab que fica a 321 metros de altura! Dono dos cintos AMB e FIB dos pesados, Joshua aguarda para os próximos dias a definição de seu próximo rival sendo o mais provável, por ora, a unificação com o neozelandês Joseph Parker, detentor do cetro OMB.

(*) Assista ao clipe promocional

View this post on Instagram

Reach for all that’s possible! #VisitDubai #AJBXNG

A post shared by Anthony Joshua (@anthonyjoshua) on